Câncer do Colo do Útero

pelvisSegundo dados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), espera-se que, em 2008, ocorram 19 novos caso de câncer do colo do útero para cada 100 mil mulheres no Brasil. No mundo, são aproximadamente 500 mil novos casos por ano e este é o segundo tipo de câncer mais comum entre as mulheres, causando a morte de cerca de 230 mil delas por ano.

Por isso é tão importante prevenir. Entre os comportamentos de risco identificados para o câncer do colo do útero estão o início precoce da atividade sexual, baixa ingestão de vitaminas, multiplicidade de parceiros sexuais, tabagismo, higiene íntima inadequada e uso prolongado de contraceptivos orais. Entretanto, o fator determinante é a infecção por um dos 15 tipos oncogênicos do vírus do papiloma humano (HPV), sendo os mais comuns o HPV16 e o HPV18.

Como no primeiro estágio a doença é assintomática, é importante fazer periodicamente o exame preventivo. Inicialmente, um exame deve ser feito a cada ano e, caso dois exames seguidos apresentarem resultado normal, o exame pode passar a ser feito a cada três anos. Toda mulher que tem ou já teve atividade sexual deve submeter-se ao exame, especialmente na faixa dos 25 aos 59 anos.

Para realizar a coleta do material, a mulher deve evitar relações sexuais, uso de duchas ou medicamentos vaginais e anticoncepcionais locais nas 48 horas anteriores e não estar menstruada no dia do exame. O procedimento é rápido e indolor, consistindo na introdução do espéculo vaginal seguido da escamação da superfície externa e interna do colo através de uma espátula de madeira e de uma escovinha endocervical.

Estima-se que a realização periódica do exame preventivo para diagnóstico precoce reduza em cerca de 80% a mortalidade por este câncer. Além disso, a prática do sexo seguro evita o contágio pelo HPV. Para a prevenção deste fator também já está aprovada pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a comercialização da vacina. Mesmo assim, ela não protege contra todos os subtipos do HPV e seu uso pelo SUS ainda está em estudo no Ministério da Saúde.

Portanto, a melhor forma de prevenir ainda é realizar o exame preventivo periodicamente e seguir as orientações do seu médico.

Além disso, verifique

tratamento-de-tuberculose

Tuberculose

Tuberculose Agente Etiológico É uma doença infecto-contagiosa causada por uma bactéria Mycobacterium tuberculosis ou Bacilo ...

Deixe uma resposta